O VALE DO CAPÃO

A vila de Caeté-Açu no Vale do Capão surgiu com a descoberta das jazidas de diamante da Chapada Diamantina e cresceu em meio ao desenvolvimento da mineração. O lugarejo já foi morada de muitos garimpeiros e fornecedor de alimentos para os centros maiores da região.

Após a queda do garimpo o Vale se tornou refúgio das pessoas que por ali passaram e se encantaram com a beleza do lugar.

É nesse cantinho mágico cercado de belezas naturais, cachoeiras, rios, muito verde, e histórias incríveis qua aconcerá a 1ª edição do Festival Nós Somos o Mundo.

Palmeiras

Palmeiras elevou-se a condição de cidade em 1930 através do garimpo. Abriga a maior quantidade das atrações turísticas da Chapada Diamantina aonde destacam-se o Morro do Pai Inácio, a Cachoeira da Fumaça, o Morrão, a Cachoeira do Riachinho e o Gerais do Vieira que é um dos principais acessos ao Vale do Pati.

Palmeiras tem como patrimônio histórico e cultural os casarios coloniais que guardam lembranças do início do século XX e realiza ainda o maior carnaval da Chapada Diamantina. A região é conhecida por abrigar vestígios de grupos pré-históricos, passagens de indígenas e comunidades quilombolas e é visitada anual fiente por cerca de 400 mil pessoas de todo o mundo. 

Melhores Dicas

Confira onde ficar e comer 

Importante

Nós somos o mundo e os responsáveis pelas marcas que deixamos nele. Apesar do Vale do Capão ser um forte ponto turístico, devemos lembrar que o vilarejo é habitado por pessoas simples quem mantêm suas tradições e estão acostumadas com o silêncio e a paz. Por isso, o Festival Nós Somos o Mundo conta com a colaboração de todos e recomenda:

  • Evite barulho
  • Cuidado com as crianças
  • Preserve os espaços públicos
  • Seja cortês
  • Não use drogas
  • Respeite o próximo, as crianças e os idosos
  • Não polua as águas
  • Os habitantes do vale apreciam a paz, por isso, não faça barulho após as 22h
  • Pedestres e crianças tem prioridade em nossas estradas, diminua a velocidade
  • Em locais de frequência pública não se banhe desnudo
  • Curta o evento na sua essência, com paz e amor

GAP - Grupo Ambientalista de Palmeiras

O GAP (Associação Grupo Ambientalista de Palmeiras) é uma ONG que atua na defesa, conservação e recuperação do meio ambiente da Chapada Diamantina, principalmente no município de Palmeiras. Saiba mais sobre sua atuação e projetos. O GAP atuará durante o festival para efetuar a coleta seletiva do lixo, mas procure dispensar o descartável no lugar apropriado.

Nunca jogue sujeira nas ruas, vias, trilhas preserve a natureza!

Visite o Website

 

Conscientização

#Plante respeito, colha liberdade!

Nós somos o mundo de paz e amor! Aqui no Vale do Capão prezamos por uma vida simples, valorizamos nossas raízes e cultivamos hábitos tranquilos em comunhão com a natureza. Nossa liberdade nasce do respeito, portanto, sua liberdade termina onde começa a liberdade do próximo.

Fumaça, de qualquer tipo, incomoda o próximo. Reserve o uso cigarros (tabaco ou maconha) para momentos especiais, em locais adequados, longe de nossas praças e ruas, por onde caminham livres nossos jovens e crianças. Contamos com o bom senso, esteja consciente para ouvir e sentir o reggae em todas às suas dimensões, não abuse do uso de álcool ou outras drogas. Seja cordial, espalhe sorrisos à população local, e será sempre bem-vindo aqui!

TRÂNSITO:

Colabore conosco ajudando a manter o festival em harmonia, nos dias de show, se planeje para deixar seu carro onde está hospedado, evitando trânsito na Vila;

#Plante caronas, colha amigos!

Nós somos o mundo de solidariedade e consciência ambiental! Se você vai usar o carro como transporte para chegar ao festival e ainda há vagas divulgue aqui (link de caronas) e ajude um irmão. A natureza e os caroneiros agradecem! Depois que chegar ao Vale do Capão, escolha caminhar em vez de dirigir, pise no chão, olhe as estrelas, assim além de se conectar com a natureza você evita a poluição e o congestionamento em nossa vila! A natureza e a população local agradecem!

LIXO:

Durante a sua estadia no Vale para o Festival de Reggae Nós Somos o Mundo:

  • Reduza, Selecione, Destine.
  • O orgânico deve ser deixado no Vale; informe-se no local onde você estiver hospedado, onde depositá-lo.
  • O inorgânico ou seco deve ser selecionado em: recicláveis; descartáveis.
  • Se for possível, leve-os consigo e descarte-os nos centros urbanos.


#Plante consciência ambiental, colha preservação da natureza!

Nós somos o mundo de preservação e cuidado com a natureza! Nós moradores do Vale do Capão convidamos vocês para visitar nossa casa, para isso preparamos uma linda festa! Seja uma visita educada, cuide do seu lixo, separe o lixo orgânico (resto de frutas e alimentos) dos demais lixos (plástico, papel, alumínio, vidro). Embale adequadamente e descarte nos jiraus e cestos de lixo encontrados pelas ruas e praças do Vale do Capão!

Cuide de nossas matas e rios, pois são nosso maior bem, não jogue lixo nem use-as como banheiro. Não faça fogueira em locais inadequados, nessa época o risco de queimada é grande. Ah, lembrando aos fumantes que BITUCA É LIXO, descarte nos locais adequados e busque ter em mãos um bituqueiro.

Sustentabilidade

Como ação de redução dos impactos gerados por um festival, plantaremos em um mutirão comunitário cem mudas de árvores nativas em uma das zonas de amortecimento do Parque Nacional da Chapada Diamantina. O público é convidado a participar em meio aos artistas e produtores desse movimento em prol da natureza e da consciência ecológica. Em uma edição teremos reflorestado uma área historicamente empobrecida pela agropecuária equivalente a quatro campos de futebol!! Porque Nós Somos o Mundo!!!

O que: Mutirão de Plantio Voluntário
Quando: 01/11/2015
Onde: Limite do Parque Nacional da Chapada Diamantina em direção ao Rio Preto

São Sebastião 

São Sebastião foto

No dia 20 de janeiro no Vale do Capão, se escutava as badaladas do sino da igreja à espalhar seus ecos agudos de fé pelos cantos vila, convidando a comunidade para a missa e anunciando o início de uma época de festejos, fé e união. Era a chegada da tradicional festa de São Sebastião: o padroeiro do Vale do Capão. 

Todos os anos são eleitos os festeiros e noiteiros que organizam a festa ao longo do ano, onde contam com a colaboração da comunidade na arrecadação de fundos para financiar a grande festa. São nove dias de novenas, acompanhadas de missas. Geralmente os dois últimos dias caem no sábado; com a realização de batizados e a alvorada, e no domingo com a procissão dos fiéis, que fazem uma passeata pela vila, ao som da contagiante fanfarra. “Antigamente na comunidade, ocorria dois festejos, o de São Sebastião e o de Senhor do Bomfim e cada semestre era de um santo. Os rapazes usavam ternos e gravatas e as moças costumavam se vestir de branco para quebrar o esqueleto no salão todas as quinzenas, pois lá o forrozinho reunia todos  amigos e era raro alguém não entrar dança.”  Disse o Sr. Dozinho com grande alegria ao lembrar daquele tempo.

O mártir São Sebastião é o protetor da Humanidade, contra a fome, a peste, dos presos e das pessoas feridas e com doenças contagiosas. É também padroeiro de muitas cidades de estados como: Rio de Janeiro, Mato Grosso, Ceará, Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Diz a tradição, que no dia da festa do padroeiro, em 1565, ocorreu a batalha final que expulsou os franceses que ocupavam a cidade do Rio de Janeiro, quando São Sebastião foi visto de espada na mão entre os portugueses, mamelucos e índios, lutando contra os invasores franceses calvinistas.

(Texto de Mariana Almeida e Thatiane Reis)

Oração a São Sebastião

Deus onipotente, que conheceis a nossa enfermidade, fraqueza, agonia, ânsia e tribulações desta vida, fazei que a todos nos valha a intercessão de São Sebastião seu glorioso mártir e protetor dos cristãos. São Sebastião, meu intercessor, vós que sofrestes os ferimentos e recebestes no corpo as flechas da indiferença e da vingança, sofrendo vil e infamante processo, pela gloria de Nosso Senhor Jesus Cristo, dignai-vos a interceder para que possa obter do Altíssimo a graça de (citar aqui a graça desejada), e ainda a graça da salvação da minha alma para vossa maior gloria. Honra e glória vos renderei em todos os dias de minha vida Amém.

Voltar para HOME.